2 de janeiro de 2014 walacy

Mais negócios de software e serviços podem ir à bolsa

Valor Econômico Online – 02/01/14

Após cinco anos longe das bolsas de valores, as companhias de tecnologia da informação (TI) retomaram, em 2013, o interesse em captar recursos por meio de processos de abertura de capital. No ano passado, a Linx, de sistemas de gestão para o varejo, e a Senior Solution, de software para o setor financeiro, fizeram ofertas públicas iniciais de ações e captaram R$ 528 milhões e R$ 62 milhões, respectivamente. Para este ano, a expectativa é que outras companhias sigam esse caminho, também já trilhado por companhias como Totvs e Positivo Informática.

Algumas empresas chegaram ao fim de 2013 mais próximas da abertura de capital. A Altus, que fabrica componentes para automação industrial, fez a listagem no Bovespa Mais, sem vender ações. Em dezembro, a carioca Quality Software, de serviços de TI, recebeu o registro de companhia aberta e anunciou planos de fazer a emissão de ações em até 30 meses.

Outras companhias também anunciaram o interesse de ir à bolsa, como a BSI Tecnologia, integradora de equipamentos e softwares para o setor financeiro, e a Cast Informática, de serviços de TI. Os planos dessas empresas, no entanto, são de fazer a abertura de capital em 2015 ou 2016. Antes disso, é preciso ganhar musculatura por meio de investimentos na expansão das operações e de aquisições.

Para analistas que acompanham o mercado de tecnologia, 2014 ainda será um ano complicado para ir à bolsa, devido às eleições presidenciais, que geram incertezas na área política, e às perspectivas de uma possível desvalorização do real frente ao dólar no primeiro semestre, o que eleva os custos de operação das companhias, principalmente daquelas que importam componentes para venda de equipamentos no país.

O consenso entre analistas de mercado é de que as companhias de TI tendem a fazer a oferta pública inicial de ações a partir do segundo semestre deste ano. A BNDESPar, empresa de investimentos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, também exercerá um papel importante na ida das companhias de TI à bolsa. A empresa de investimentos esteve por trás das ofertas iniciais de três das cinco principais empresas de tecnologia na bolsa – Totvs, Bematech e Linx. Atualmente, o BNDESPar possui participação em aproximadamente 30 empresas brasileiras de TI, incluindo a BRQ e a Quality Software. (CB e GB)

Etiquetado como:

Autor do Post

walacy Publicitário, Profissional de Marketing especialista em Digital. Formações em Design Gráfico e em Artes Gráficas. Trabalha aliando design para web com o tripé do marketing digital (SEO, SEM e Inboud Marketing).

Entre em contato conosco!

Conheça todas as nossas unidades!