Apontar e Definir Tecnologia

DevOps

Entregas contínuas de software.

Scroll para baixo

O que é DevOps:

O aparecimento e crescimento das metodologias ágeis, que possuem em sua essência o princípio de entregas constantes de valor, aproximação dos times e utilização em grande escala dos paradigmas de arquitetura distribuída, gerou nas corporações a necessidade de uma maior aproximação, colaboração, monitoração e instrumentação entre dois grandes pilares do processo de desenvolvimento de software: as áreas de Desenvolvimento e de Operações, e diante da necessidade de sinergia entre esses pilares surgiu o DevOps (acrônimo das palavras developer e operations).

Dentro das comunidades ainda não há um consenso de como descrever o que é o DevOps, se é uma cultura, uma metodologia ou apenas ferramentas, porém baseado em nossa experiência entendemos que é uma junção de todos esses pontos, sendo uma cultura corporativa pautada em ferramental e processos que tem como objetivo agilizar e viabilizar mecanismos de entregas contínuas de software funcional, minimizando o downtime de implantações e buscando mitigar riscos e falhas.

Ambientes Escaláveis, Replicáveis e Íntegros

Uma das disciplinas que envolvem o DevOps é o conceito de infraestrutura como código. De forma simplista, o objetivo é que o time de operações codifique processos capazes de gerar versões de ambientes idênticos sem a necessidade de intervenção manual, garantindo a conformidade entre os ambientes de validação e produção e a possibilidade de escalabilidade automática.

Possuindo uma infraestrutura como código há vários ganhos, como redução no tempo de montagem e redução de falhas por diferença entre ambientes, que refletem diretamente no custo da operação e no time-to-market dos produtos.

Velocidade e Qualidade na Entrega de Produtos

Os processos de configuração e entendimento para montagem de ambiente que antes eram manuais são realizados de maneira automatizada utilizando a infraestrutura preparada. Em relação a qualidade, assim como temos a automatização da infraestrutura como código, é fundamental a automação dos testes unitários e integrados que anteriormente eram realizados manualmente, sujeitos a falhas humanas e a grande overhead operacional em revalidar e validar impactos no produto a cada pequena ou média mudança.

Com essas automações conseguimos acelerar as entregas e melhorar a qualidade minimizando o tempo e os riscos gerados por processos manuais.

Indicadores e Controle

Normalmente quando falamos em DevOps um dos principais pontos comentados é a velocidade de entrega do time de desenvolvimento e da autonomia nas implantações, o que em um primeiro momento pode gerar a impressão de anarquia e de falta de controle, mas na verdade o objetivo de automatizar via ferramental é promover a velocidade necessária em um ambiente controlado por regras pré-determinadas gerando indicadores de pontos de falha e atenção que precisam ser monitorados e corrigidos, ajudando assim no processo de evolução e amadurecimento do time.

Segurança

Enquanto criamos e implantamos o DevOps em uma operação, é fundamental para o crescimento sustentável e em compliance com a governança corporativa a automatização de políticas de conformidade, assim como a criação de controles para o gerenciamento de configuração da infraestrutura. Portanto, para obter indicadores e maturidade em escala é necessário a criação de políticas como código que podem ser replicadas e automatizadas através de ferramental, gerando tranquilidade e segurança às empresas.

O que é a oferta:

  • Consultoria para implantação de DevOps;
  • Coaching de arquitetura e DevOps;
  • Consultoria para definição de uma arquitetura de desenvolvimento de aplicações;
  • Alocação de arquitetos.

Benefícios do DevOps:

  • Mudança no conceito da definição de pronto;
  • Transparência e padronização no desenvolvimento;
  • Agilidade no processo de validação e publicação;
  • Redução de falha humana, automatização de processos;
  • Infraestrutura como código, ambientes escaláveis e idênticos;
  • Desenvolvimento de serviços orientados à softwares potencializam o reaproveitamento.

Por que a BRQ?

Queremos muito aprender com você e compartilhar o nosso conhecimento adquirido ao longo dos anos, ajudando no entendimento dos seus processos, ferramentas e cultura corporativa para juntos criarmos um modelo de melhoria contínua e amadurecimento.

Além da etapa consultiva, também apoiamos nos processos de instalação e configuração do ferramental e capacitação técnica e cultural necessária para a prática do DevOps.

Não mencionamos ferramentas ou ciclos de vidas, pois entendemos que cada cliente possui seu próprio nível de maturidade e parque tecnológico, por isso nosso objetivo dentro desta oferta é avaliar a situação atual de nossos clientes, criar um processo evolutivo proporcionando as empresas uma transformação com as melhores ferramentas e práticas baseadas em suas realidades técnicas e financeiras.

Buscando o melhor resultado e valor agregado aos nossos clientes, durante o processo de entendimento e implantação do DevOps nas corporações se identificamos a necessidade de aculturamento ágil ou de outros processos, realizamos feedbacks que demonstram quais são essas necessidades e disponibilizamos nossos times para apoiar nestes desafios.