2 de julho de 2014 walacy

Boa Vista Serviços adota nuvem híbrida para ganhar escala

Em 02/07/2014

Impulsionada pela demanda do portal Consumidor Positivo*, a Boa Vista Serviços decidiu adotar uma plataforma na nuvem para ganhar escalabilidade. A empresa optou por um solução de cloud híbrida e implementou o sistema da Microsoft Azure com o apoio da BRSoluções e FCamara. Com esse projeto, a companhia também estabeleceu uma nova forma de acesso ao banco de dados a partir de aplicativo para o sistema operacional Windows 8, também da Microsoft.

Hoje, a Boa Vista Serviços conta com 42 milhões de registros de transações entre empresas e mais de 200 milhões de consultas por mês a seus clientes e consumidores, dando subsídios capacitados para a tomada de suas decisões de negócios e comerciais. Ela responde pelo Cadastro Positivo possibilita que clientes verifiquem a existência de pendências em seus nomes, informem ao mercado caso seus documentos sejam roubados ou extraviados e forneçam informações sobre campanhas de renegociação de crédito. Por meio de seu extenso banco de dados a empresa também administra o SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito).

Devido ao aumento da demanda pelo portal Consumidor Positivo, a Boa Vista Serviços decidiu procurar no mercado por uma solução em nuvem que proporcionasse maior escalabilidade. “O portal tem mais de 40 mil acessos diários para consulta online a CPFs (Cadastro de Pessoa Física). E há uma sazonalidade com um aumento da procura nas datas comemorativas”, observou Fernando Cosenza, diretor de marketing da Boa Vista.

A empresa também trabalha no desenvolvimento de um sistema antifraude para comércio eletrônico que permitirá a empresas consultarem a veracidade de compras online. A aplicação deverá ser migrada para ser hospedada no Microsoft Azure.Como um dos pilares da Boa Vista Serviços é sigilo das informações dos seus clientes físicos e jurídicos, a escolha de uma visão de serviços de nuvem para a hospedagem dos dados a levou a contratar soluções híbridas. “Contratamos uma solução bastante segura, com o modelo de nuvem híbrida. As informações relacionadas apenas aos serviços rodam em nuvem pública, já aquelas sobre clientes ficam restritas à infraestrutura interna da empresa para que possamos garantir o sigilo delas”, reforçou Evilázaro Alves, diretor de tecnologia da BRSoluções.

Com o objetivo de dar maior agilidade e eficiência para empresas do segmento financeiro de concessão de crédito que utilizam os serviços da Boa Vista em seus núcleos de atendimento ao cliente (NAC), a BRQ IT Services desenvolveu um aplicativo para a plataforma Windows 8.1, com foco inicial em Windows Phone, podendo evoluir para devices como tablets e PCs, no qual o operador pode realizar consultas de restrição de cadastro do solicitante, antes mesmo de se iniciar o processo completo para liberação de soluções de crédito, inicialmente cartões.

Dessa forma, tanto a empresa que oferta o produto ou serviço como o possível comprador ganham tempo e agilidade no processo de aquisição. Isso porque é possível obter a informação de qualificação do consumidor em poucos segundos, de forma a evitar que a consulta seja feita após outros procedimentos habituais, como o preenchimento de fixas, por exemplo. Isso representa ganhos de tempo e preserva os envolvidos na transação.

Além do aplicativo, também foi necessária a criação de um portal administrativo responsável pela gestão dos celulares, usuários, pontos de atendimento, relatórios, etc. Com apoio do Bing Maps e de tecnologia de geolocalização, o aplicativo é habilitado apenas na localidade do PDV e possibilita, assim, uma mensuração exata de qual unidade de vendas traz mais retorno para a empresa.

A solução usou como base as tecnologias Microsoft Azure, a administração do site é realizada pelo Azure Web Sites, os serviços de Back-end são feitos pelo Azure Mobile Services, o banco de dados é administrado pelo Azure SQL Databases e existe, ainda, um apoio do Windows Intune para a implantação do aplicativo.

CORREÇÃO
* Essa matéria foi divulgada inicialmente se referindo ao Cadastro Positivo e não ao portal Consumidor Positivo. A matéria se baseou em informação dada pela Microsoft em um release distribuído aos jornalistas. No entanto, a Microsoft e a Boa Vista Serviços procuraram o Inovação nas Empresas para esclarecer que houve um erro de divulgação da própria Microsoft e a demanda que impulsionou a adoção de um sistema de computação em nuvem foi a do portal Consumidor Positivo. O Cadastro Positivo, de acordo com a Boa Vista, não está na nuvem.

Etiquetado como: , ,

Autor do Post

walacy Publicitário, Profissional de Marketing especialista em Digital. Formações em Design Gráfico e em Artes Gráficas. Trabalha aliando design para web com o tripé do marketing digital (SEO, SEM e Inboud Marketing).

Entre em contato conosco!

Conheça todas as nossas unidades!